quiabada baiana

O quiabo talvez seja um dos personagens da nossa culinária mais injustiçado.

Este cidadão de origem africana desembarcou em vários países e é bastante apreciado em boa parte do mundo.

Mas, por aqui, mesmo estando associado às nossas raízes culturais, tem muita gente que torce e tranca a boca quando ele aparece em destaque nos pratos típicos da Bahia e de Minas Gerais.

Tudo por conta de uma mania de nascença do bichinho… ele solta uma “babinha”. Coisa fácil de resolver com um pouco de água, vinagre ou limão (veja abaixo nossas dicas), para que, abrindo mão do preconceito, possamos desfrutar de tudo que este sujeito tem de bom. E não é pouca coisa.

Boa pinta, esguio, o quiabo tem uma boa forma e uma boa fama em dietas de baixas calorias. Afinal, 100 gramas de nosso amigo, correspondem a cerca de 30 kcal.

Refogado, grelhado, cozido ou assado, o quiabo, além de ser bastante saboroso, possui qualidades medicinais e terapêuticas reconhecidas.

É rico em sais minerais, vitamina A, de extrema importância para a visão, pele e mucosas em geral, vitamina B1, decisiva para o bom funcionamento do sistema nervoso, e vitamina B2, importante para o crescimento, sobretudo na adolescência.

E, por ser um fruto de fácil digestão, é recomendado também para pessoas que sofrem de problemas digestivos, sendo eficaz contra infecções dos intestinos, bexiga e rins.

Se convenceu, que o cara é bom camarada? Então, que tal se preparar para comprar, conservar e preparar o seu quiabo para uma boa Quiabada Baiana, o prato preferido da Claudia Leitte?

Como comprar

Procure sempre quiabos pequenos ou médios (comprimento menor que 12 cm), de coloração verde-escura e sem manchas. Para verificar a qualidade dos quiabos não é preciso quebrá-los. As vagens devem estalar ou furar facilmente sob suave pressão.

Aproveite o período de janeiro a maio que é o de maior oferta para comprá-lo com menores preços.

Como consumir

quiabo é uma hortaliça de fácil preparo. Não é preciso descascá-lo; somente remova as pontas. O descongelamento dos frutos pode ser lento, na parte inferior da geladeira ou rápido, direto ao fogo, durante o preparo do prato.

Dicas

Para evitar a baba, cozinhe ou frite o quiabo; somente o quiabo picado dá baba. Ou lave os frutos inteiros, seque-os, esfreque-os com caldo de limão. Após 15 minutos lave-os, corte as pontas e cabos e cozinhe-os.

O suco de limão não deve ser utilizado durante o cozimento para retirar a baba, pois altera a cor e o gosto dos frutos. 

 

 

 

 

 

 

 

QUIABADA BAIANA

 

Ingredientes

4 xícaras de quiabo fresco

1 xícara de camarão seco

1/2 xícara de coentro

1 cebola

2 tomates

3 dentes de alho

2 colheres de sopa de azeite de dendê (opcional)

½  pimentão amarelo

2 xícaras de carne fresca (músculo)

2 xícaras de carne seca

1 xícara de lingüiça calabresa defumada

Sal a gosto

 

Modo de Fazer

Corte o quiabo em rodelas (mais ou menos na largura de um dedo) e lavar com muita água corrente para tirar a “baba”. Escorrer e deixar numa vasilha, sem água.

Pique e machuque (ou bater) os temperos (alho, cebola, tomate e pimentão) com o sal. Corte as carnes em cubos, a lingüiça em fatias e descasque o camarão seco.

Numa panela, coloque o azeite de dendê e refogue bem, em forno baixo, os temperos com as carnes, a lingüiça e o camarão. Adicione água quente na panela para cozinhar as carnes, quando estiverem quase no ponto, então adicione os quiabos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


+ 8 = sixteen

Captcha Captcha Reload

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>